Á cada passo uma nova descoberta, á cada sorriso um novo fim

Seguidores

Invisibilidade

domingo, 30 de outubro de 2011





Eu não sou transparente, porém, os olhos nus parecem atravessar meu corpo,
mal notando o buraco existente.
Ás vezes desejo transparecer meu pesar, minhas aparentes angustias
com tuas negligências. Deixar de ser invisível para teus olhos
em outras, outras vidas e momentos proucuro por minhas máscaras
encontrando nos traços artificiais a face perfeita que os olhos nus
desejam enxergar.
Assim, sobrevivendo no existente, enterrada entre as vidas derramadas eu o encontro, teu amor e carinho.
Pergunto-me o que faria ao mundo se soubesse que aquela há quem dedica tuas juras de amor encontra-se perdida
entre os espelhos da invisibilidade.

1 Comentário:

Carolina em 7 de novembro de 2011 16:32 disse...

Uau! Que texto bom! Você escreve bem pra caramba! Você deve me conhecer (ou não :D) do blog http://caixa-a-a.blogspot.com

mas hoje eu estou aqui para divulgar uma promoção, de um blog em ascensão! haha,
bem, livros são MESMO tudo de bom, certo?
dê uma passadinha, talvez te interesse!

http://sonhosaventuras.blogspot.com/2011/10/promocao.html

Beijos ;*
E continue nessa inspiração maravilhosa!

Postar um comentário

 
Abandono de Rabiscos © Copyright | Template By Mundo Blogger |